fbpx

Seja nosso Cliente

SOLICITE CONTATO

Dúvidas Comuns Sobre o Imposto de Renda.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter

Separamos um pacote de dicas importantes para você fazer seu imposto de renda, acompanhe.

 

QUEM DEVE DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA?

Pessoas com renda anual superior a R$ 28.559,70, ou rendimentos isentos não tributados ou tributados exclusivamente na fonte, quando superior a R$ 40 mil estão entre o grupo que deve fazer a Declaração.

Pessoas com ganhos em operações e bolsa de valores, também devem declarar. Caso aconteça a venda de um imóvel também está obrigado a declarar e neste caso deverá também apresentar o anexo de Ganho de Capital, neste caso poderá haver isenção do imposto, mas essa lei é cheia de minucias, é importante um contador nesse momento.

Está obrigado também quem exerce atividade rural e que no ano 2017 tenha auferido renda acima de 142.798,50. Ou que pretenda compensar prejuízos dos anos anteriores.

Pessoas com bens ou direitos com valor total superior a R$ 300 mil e pessoas que passaram a residir no país em qualquer mês até o último dia de 2017 também devem fazer a Declaração do Imposto de Renda.

 

QUAL DECLARAÇÃO FAZER? COMPLETA OU SIMPLIFICADA?

Diferente do que o nome sugere os modelos completo ou simplificado, não tem haver com a dificuldade em se fazer a declaração, mas refere-se ao calculo do imposto, no modelo completo utilizamos as despesas dedutíveis que o contribuinte junto no ano, já no simplificado partimos de uma presunção desses valores, sem a necessidade de comprovação física dos gastos com saúde ou educação.

Essa é uma dúvida que aflige muitas e é necessário fazer uma simulação ou conversar com um contador para ver qual é a melhor opção para o seu caso. Entretanto, o próprio programa indica qual a melhor opção, desde que o contribuinte preencha todos os campos necessários e de maneira correta.

Caso opte pela declaração simplificada, o desconto será o padrão de 20%, com limite de R$ 16.754,34..

 

É POSSÍVEL ATUALIZAR O VALOR DOS BENS?

Depende. Bens como casa, carro, ações na Bolsa, entre outros, devem ser declarados pelo custo de aquisição. A exceção para as casas está no caso de ocorrerem benfeitorias e/ou reformas. Mas, esta atualização somente será possível mediante comprovação com notas fiscais. Móveis não estão inclusos nas benfeitorias.

 

QUAL OPÇÃO É MELHOR? CONJUNTA OU SEPARADA?

A dúvida de muitos contribuintes na hora de declarar o Imposto de Renda, o melhor mesmo é avaliar qual é a melhor opção. Caso o cônjuge tenha rendimentos, talvez seja melhor uma Declaração separada.

A melhor opção neste caso, certamente, é a simulação. O cônjuge pode definir o quão grande será a sua restituição.

 

É NECESSÁRIO INCLUIR TODOS DEPENDENTES?

Assim como no caso anterior, o melhor é avaliar e fazer a simulação, pois, nem sempre é vantajoso. Caso seu dependente possua renda ou receba pensão, certamente a simulação deve ser feita e avaliada para ver se valerá a pena na hora da Restituição.

 

QUEM PODE SER DEPENDENTE?

Há muitas pessoas que se encaixam neste aspecto. Entretanto, legalmente e para declarar o Imposto de Renda, são aceitos somente estes:

• Companheiro com quem o contribuinte tenha filho ou viva junto há mais de 5 anos
• Filhos ou enteados, até os 21 anos ou em qualquer idade, quando possua algum fator limitante físico ou intelectual para o trabalho (Pessoa Portadora de Deficiência (PCD)).
• Filhos ou enteados, até os 24 anos, quando no Ensino Superior ou Curso Técnico de nível Médio.
• Irmãos, netos e bisnetos, que não possuam auxilio dos pais, desde que o contribuinte possua a guarda judicial, até os 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado para o trabalho. Caso este dependente esteja no Ensino Superior ou em um Curso Técnico de nível Médio, a idade vai para até 24 anos.
• Pais, avós e bisavós que possuam rendimentos, tributáveis ou não, de até R$ 22.499,13.
• Menor pobre de 21 anos, desde que o contribuinte o crie e eduque, além de possuir a guarda judicial.
• Pessoa incapaz para o trabalho, desde que o contribuinte possua a tutela ou curadoria.

 

QUANTO É POSSÍVEL DEDUZIR COM EDUCAÇÃO?

Antes de tudo, é necessário definir o que são os gastos referentes com educação e com quem é possível deduzir.

É possível deduzir gastos do titular, dependentes e alimentandos, desde que os valores sejam totalmente informados.

É tido como gastos com educação gastos com Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio e Superior (Graduação, especialização, mestrado e doutorado), além do Ensino Técnico. Gastos com uniformes, material escolar, cursos de idioma, teatro, artes e afins e preparatórios para vestibular não podem ser deduzidos.

 

É POSSÍVEL DEDUZIR GASTOS COM REMÉDIOS?

Infelizmente não. A menos que estes façam parte da conta do hospital.

 

COMO DECLARAR O FINANCIAMENTO?

Tanto para carro, como para casa, é necessário declarar na aba “Bens e Direitos”. Ali devem ser detalhados todos os dados da dívida, inclusive de quem foi adquirido, com CPF ou CNPJ.

No que diz respeito às parcelas, diga o valor que foi pago até o último dia do ano. Nos anos seguintes, ao declarar seu Imposto de Renda, some o valor pago mais o que já está quitado dos outros anos, e assim sucessivamente, até que ele esteja quitado.

Neste momento é necessário ter cuidado e não declarar no campo “Dívidas e Ônus Reais”, pois este é dedicado à dividas oriundas de empréstimos com bancos e parentes, por exemplo.

 

SÓCIOS DE EMPRESAS PRECISAM DECLARAR?

Esta é uma regra que mudou. Anteriormente, era obrigatório. Hoje, a Declaração é obrigatória apenas se em 2017 houveram rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, se recebeu lucros da empresa acima de R$ 40.000,00. ou se possui bens acima de R$ 300 mil. Além de estar de acordo com os outros parâmetros de obrigatoriedade para declarar o Imposto de Renda.

 

AGENDE SUA DECLARAÇÃO
Todo contribuinte pode preparar e entregar sua declaração do imposto de renda, porem devido ao grande volume de regras é necessário possuir conhecimento, pois um erro na informação poderá cair na malha fina, trazendo dor de cabeça e prejuízo com multas ou penalidades.

Esse ano a declaração do imposto de renda deverá ser entregue até o dia 30 de abril. Portanto não deixe para a última hora, agende seu horário com a Atend Contábil temos uma equipe pronta e preparada para lhe atender e preparar a sua declaração.

 

Gostou do artigo? Não deixe de compartilhar com outras pessoas!

Compartilhar :

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter

Posts Recentes

Como Recuperar a Empresa com Contas?

O grande sonho de empreender pode muitas vezes se tornar um verdadeiro pesadelo quando as contas e as dívidas superam os lucros e sua empresa se vê no vermelho. Nestas horas é preciso parar e se organizar, buscar ideias e planejar muito para tirar sua empresa desta situação.

Ler mais »

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

Open chat